No período de 12/08/2020 a 21/08/2020, receberemos currículo para preenchimento de 01 vaga de EDUCADOR (A) CULTURAL DE GAMES E PROGRAMAÇÃO FÁBRICA DE CULTURA SÃO BERNARDO.

Descrição da vaga: Ministrar aulas coletivas de Games e Programação para crianças, jovem e adulta, de acordo com a característica de cada turma (hibrida em faixa etária e níveis), conforme pressupostos pedagógicos do Programa Fábricas de Cultura. As aulas deverão ser compostas por conteúdos técnicos da linguagem e transversais, além de pesquisas e ações que promovam competências sociais e criativas. Realização de interfaces com todas as linguagens do Programa e com a Biblioteca. Realização de atividades de férias (workshops e cursos). Realização de planejamento semestral e mensal, envolvimento, colaboração e participação nos eventos relacionados à área de Formação Cultural, além de participação em formação continuada mensal.

Requisitos TécnicosO Educador deverá ter diversas habilidades profissionais e experiências comprovadas anteriormente através de outros trabalhos, workshops, eventos, cursos, o candidato deverá ter conhecimentos nas áreas relacionadas ao escopo de atuação da Área GAMES e PROGRAMAÇÃO, incluindo:

  • Conhecimento de Ferramentas Digitais para desenhos de personagens 2D;
  • Conhecimento em Linguagem de Programação de Games tais como: Unity;
  • Conhecimento básico das fases da criação de games 2D e 3D;
  • Conhecimento em Linguagem de Programação em Blocos Scratch;
  • Conhecimento em publicação de games;
  • Habilidades Criativas;

Procuramos um Profissional Dinâmico que tenha a sensibilidade de criar, e desenvolver programas aulas que interajam entre outros espaços criativos além dos conhecimentos mencionados acima é imprescindível que o educador tenha habilidade de se relacionar com os alunos e no desenvolvimento das práticas, criação de projetos e novos cursos e projetos.

Requisitos Gerais: Ensino técnico ou superior, em qualquer área de conhecimento preferencialmente Engenharia / Tecnologia; Experiência na condução de Processos educativos, recreativos com base em atividades práticas e de experimentação, disposição e abertura para práticas coletivas, colaborativas e solidarias; Habilidades em trabalhar em grupo, ter espírito de liderança, criação e desenvolvimento de projetos, ser comunicativo e estar aberto a novas ideias e compartilhamento; Experiência de trabalho pedagógico com jovens em programas de inclusão social, escolas técnicas, com foco em tecnologia;  Habilidade de planejamento e na condução de atividades pedagógicas nas linguagens tecnológicas; Capacidade de liderança; Habilidade para a escuta do jovem e do grupo de jovens; Capacidade para articular conhecimentos gerais da área tecnológica com a área cultural que também será desenvolvida na Fábrica, estando aberto para realização de interfaces entre as ações de tecnologia e as artes; Bom conhecimento da língua portuguesa;

Regime de contratação: PJ, Autônomo ou CLT.

Faixa etária: Indiferente.

Remuneração: PJ e Autônomo R$ 80,00 a hora; CLT: a combinar.

Processo seletivo: A seleção será feita por meio de análise de currículos e entrevista a ser agendada pelo setor de recursos humanos. Os interessados deverão encaminhar currículo até 21/08/2020 para o e-mail: rh1@cataventocultural.org.br – Assunto: Educador (a) Cultural de GAMES E PROGRAMAÇÃO – Fabrica de Cultura São Bernardo.

Museu Catavento

 

Fale Conosco

De 2ª a 6ª das 10h às 16h (11) 3315-0051 (Agendamentos e outras informações)

Aos finais de semana e feriados das 10h às 16h (11) 3246-4145 (Plantão - Emergência)

faleconosco@cataventocultural.org.br

 

Av Mercúrio, - Pq Dom Pedro II, Centro,  São Paulo - SP 

              

Fale com a ouvidoria: ouvidoria@cultura.sp.gov.br |

Clique aqui e acesse o portal da transparência | 

Link para Consulta: Contrato de Gestão, Termos de Ajustes (Aditamentos), Planos de Trabalho e Valores Repassados das Fábricas |

Link para Consulta: Contrato de Gestão, Termos de Ajustes (Aditamentos), Planos de Trabalho e Valores Repassados do Museu

Desenvolvido com a permanente lembrança daqueles a quem condições pessoais e sociais não permitem desfrutar a vida por inteiro.